Festa Nacional da Música - DE 20 A 23 DE OUT

Notícias da Festa

Fernando Magalhães acompanhou Rodrigo Santos e os Lenhadores, tendo Lucas Frainer na bateria, durante noite de shows na Festa Nacional da Música. (Rosa Marcondes/Especial) Fernando Magalhães acompanhou Rodrigo Santos e os Lenhadores, tendo Lucas Frainer na bateria, durante noite de shows na Festa Nacional da Música. (Rosa Marcondes/Especial) Clique aqui para baixar a imagem em alta resolução

O Barão vive

Eles conviveram por 26 anos e podem dizer que fizeram parte de uma das maiores bandas de rock do Brasil em todos os tempos. Embora sigam carreiras distintas, Rodrigo Santos e Fernando Magalhães se reuniram na Festa Nacional da Música, interpretaram clássicos e puderam fazer com que nós acreditássemos: o Barão Vermelho vive!

Nenhum dos dois é membro original do grupo. Fernando assumiu a guitarra em 1987, após a saída de Cazuza, e Rodrigo, cinco anos mais tarde, assumiu o baixo. Exceto por alguns breves intervalos da banda, eles estiveram juntos até o ano passado, quando o baixista deixou em definitivo para se dedicar aos Lenhadores, seu novo conjunto. Já Fernando permanece como guitarrista do Barão ao lado de Rodrigo Suricato, que substituiu Frejat nos vocais.

Na segunda noite da Festa, Rodrigo Santos e os Lenhadores e Fernando Magalhães subiram ao palco para quatro canções, entre elas duas do Barão: “Pro Dia Nascer Feliz” e “Bete Balanço”: “Eu venho há anos. É um encontro bacana para rever amigos e conhecer novos artistas. É uma coisa que engrandece a música e faz com que todos nós nos aproximemos”, define Fernando.

Depois dela, foram vistos nos palcos das jam sessions tocando clássicos do rock nacional e internacional. Mas o que acontece em Bento, fica em Bento!



Cadastre-se para
saber mais