Festa Nacional da Música - DE 18 A 23 DE OUT

Artistas


PENINHA

Aroldo Alves Sobrinho, mais conhecido como "Peninha", nascido em São Paulo (capital) e de pais cearenses, é um cantor e compositor brasileiro que sempre viveu de música.

Em 2018, Peninha participou pela primeira vez da Festa Nacional da Música. Ocasião, em que foi homenageado por sua contribuição musical no cenário brasileiro.

Este ano, ele retorna à festa que ocorre na Serra Gaúcha.

Peninha gravou o seu primeiro compacto em 1972, pela antiga RCA, mas seu primeiro grande sucesso foi "Sonhos" (1977), incluído na trilha da telenovela "Sem Lenço, Sem Documento" e com milhares de cópias vendidas.

Músicas compostas por ele já foram gravadas por cantores como Fábio Júnior, Daniel, Alexandre Pires, Roberta Miranda, Paulinho Moska, Caetano Veloso, Tim Maia, Alejandro Sanz, Nelly Furtado, entre outros.

A canção "Sonhos", um grande sucesso, além de ter sido interpretada por Caetano Veloso, Paulinho Moska, Elymar Santos, entre outros, foi regravada também em outros idiomas, como por exemplo a Cantora Italiana "Mina".

Através de Peninha, Caetano conseguiu outro sucesso em "Sozinho", que ao se tornar tema da telenovela da TV Globo "Suave Veneno", Caetano Veloso teve uma vendagem superior à 1,4 milhão cópias e foi primeiro lugar em 19 estados, simultaneamente, em 1999.

A música já tinha sido gravada antes por Sandra Sá e Tim Maia, e Caetano registrou-a no disco Prenda Minha, ganhando Disco de Diamante.

Peninha foi ganhador de três Prêmios Sharp de Música, como Melhor Disco em 1991, Melhor Música "Alma Gêmea", gravado por Fábio Júnior em 1995, e novamente Melhor Música "Sozinho", gravado por Sandra Sá em 1997.

Ganhou também o Prêmio Qualidade Brasil 1999 (International Exporter's Service), na categoria Compositor, e o Troféu Imprensa, na categoria Melhor Música "Sozinho" em 1999.

Cadastre-se para
saber mais