Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer apresenta:

Festa Nacional da Música - De 21 a 24 de Out

Notícias da Festa

Caras novas e clássicos do rock gaúcho levantaram o público neste sábado. (Crédito: Vitor Corso/FNM) Caras novas e clássicos do rock gaúcho levantaram o público neste sábado. (Crédito: Vitor Corso/FNM) Clique aqui para baixar a imagem em alta resolução

Cidade da Música recebe clássicos e revelações do rock gaúcho na Redenção

No segundo dia oficial da Festa Nacional da Música, bandas clássicas e novos talentos da música do Estado levaram som e fúria ao Palco Atlântida, no Parque da Redenção, neste feriado de 12 de Outubro

O Palco do Rock Cidade da Música - Atlântida vem se consagrando como um espaço para celebrar grupos históricos do rock gaúcho ao mesmo tempo que revela novos talentos. Não foi diferente neste feriado, quando sete bandas reuniram uma multidão no Parque da Redenção para ouvir dos arranjos suaves de Gustavo Falavena à “chalaça” roqueira da Comunidade Nin-Jitsu.

Mesmo com o tempo alternando entre o céu nublado e os pingos de chuva, o público respondeu à altura. E mostrou que quer mais eventos do tipo. “Eventos como este, em local público, ajudam a mexer até mesmo com a economia local, estimulando a ocupação pelas pessoas”, comenta a figurinista Jade Primavera.

Tudo começou com a banda que simboliza a mistura de estilos com grandes nomes da cena musical gaúcha, a Império da Lã. Carlinhos Carneiro e seus súditos misturaram rock com o samba e o funk e fizeram a apresentação de abertura. Em “Adelaide, Sua Boba”, o vocalista brincou com a chuva, que começou quase ao mesmo tempo do show: “Adelaide, não me deixe sozinho aqui na chuva”, arrancando risadas do público.

Em seguida, a Viralataz levou a rima contundente do rap para manifestar a cultura hip hop. O vocalista Gustavo Negão admite que, além de proporcionar um bom show, pisar no mesmo palco do que ídolos da infância é o mais importante para as bandas novas: “Ouvia a Comunidade Nin-Jitsu desde pequeno. Tocar no mesmo festival que eles, que não é só de rap, é cabuloso”.

Depois, a Banda Nec, formada por gaúchos radicados em São Paulo, amainou o clima com canções mais melódicas. Com “Te Quero Demais”, parceria com 1Kilo, eles encerraram o set e fizeram a plateia cantar junto.

A Visionários mostrou o extremo oposto: o peso da guitarra, do baixo e da bateria com letras fortes sobre o cotidiano em um tributo ao Charlie Brown Jr. “Estão faltando festas assim em Porto Alegre”, disse o vocalista Felipe Roth.

Já Gustavo Falavena aproveitou o acompanhamento de cello e violino para mostrar suas versões de hits internacionais do pop e canções de autoria própria. “A Redenção é um espaço democrático e é muito bom poder apresentar nossa música a um público diverso. Sem falar na convivência com outros artistas, na troca de figurinhas nos bastidores. É uma experiência muito boa”, definiu o cantor.

A Paradise Sessions voltou a apostar nos instrumentos distorcidos do rock alternativo sem perder o ritmo e a melodia do pop e do reggae. A resposta veio com o público em transe e com a trégua da chuva.

Por fim, já de noite, a Comunidade fez o público pular com clássicos como “Detetive”, “Merda de Bar” e outras músicas eternizadas em 20 anos desde o lançamento do primeiro álbum, “Broncas Legais”. O líder da banda, Mano Changes, celebrou seu aniversário nesta sexta e levou os dois filhos - os Mini Changes - para cantar no palco. “Quando entrei para a política, em 2006, achavam que a banda iria acabar. Mas não. A Comunidade, para mim, é sagrada”, resume Mano. “Se tem alguma coisa marcada na agenda, temos que dar um jeito nos projetos paralelos. A banda é prioridade”, completou Fredi Endres.

Este foi o segundo evento da Cidade da Música, como é chamada a etapa porto-alegrense da FNM. Até o próximo dia 18 serão diversas atividades musicais. Depois, de 21 a 24 deste mês, a FNM acontece em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha.

Festa Nacional da Música — De 21 a 24 de outubro, a Festa Nacional da Música reúne artistas e profissionais do setor em shows e debates em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha. Todos os ritmos estarão representados na programação que conta com artistas de todo o país.

Cidade da Música/Festa da Música — De 11 a 18 de outubro, a música vai tomar conta de ruas, parques, hospitais, asilos e outros locais públicos da capital gaúcha durante a programação gratuita que faz parte da Festa Nacional da Música. A programação completa está no site festanacionaldamusica.com.br.

Confira fotos em alta resolução neste link.

(Matheus Beck)



Cadastre-se para
saber mais