Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer apresenta:

Festa Nacional da Música - De 21 a 24 de Out

Artistas


SHANA MÜLLER

Cantora, jornalista, apresentadora de televisão e empreendedora é hoje referência da nova geração de artistas que surgiram no sul do país nos últimos tempos. E, por toda a sua contribuição na música gaúcha, que Shana Müller será homenageada na Festa Nacional da Música, na edição 2018, em Bento Gonçalves. 

São 16 anos de carreira profissional na música, desde seu primeiro álbum Gaúcha, lançado em 2004, que abriu um novo espaço para a presença da mulher no cenário da música regional no sul do País. Seu mais recente trabalho, o DVD “Canto do Interior” lhe rendeu o Prêmio Açorianos 2018 de melhor intérprete. Lançado pelo selo da cantora, GM/2 Música, o trabalho traz um espetáculo apresentado e registrado dentro de um galpão de pedras na Fazenda São Francisco do Pinhal, propriedade da família na região da Quarta Colônia do RS, além de um documentário que mostra a trajetória da cantora desde o início de sua ligação com a tradição gaúcha. A direção musical é de Duca Leindecker e a direção do DVD de Rene Goya. A versão do cd está disponível em todas as plataformas de áudio. O show de estreia foi no Theatro São Pedro, em Porto Alegre, e reverenciado pela crítica especializada.

A maturidade musical se reflete na postura e posicionamento da cantora que inspira jovens a cantar e a se vestir. É precursora! A primeira mulher a apresentar o Galpão Crioulo, programa exibido há 30 anos na RBS TV, que conduz ao lado de Neto Fagundes desde setembro de 2012. Escreve regularmente no jornal textos que retratam a realidade musical e comportamental das mulheres gaúchas. Recentemente um deles teve repercussão nacional pela relevância do tema. Com todo respeito aos compositores da música nativista, Shana expressou a insatisfação em interpretar músicas com letras de cunho machista e as tirou de seu repertório. Conhecedora da cultura, a cantora recebeu o título de 1ª. Prenda Juvenil do Rio Grande do Sul, há 25 anos, e valoriza o papel da mulher ao longo da história. Como empreendedora, a artista lançou, em 2014, sua grife de roupas, Shana Müller Original, reposicionada no mercado no ano passado no e-commerce Loja "Shana Müller", com roupas inspiradas na vestimenta da prenda em versão moderna e confortável.

Nos palcos, Shana Müller canta e encanta. Se comunica com o público e prende a atenção com um repertório regional gaúcho e latino-americano. Em 2006 lançou o Firmando o Passo e, em 2010, Brinco de Princesa, disco que a consagrou no cenário gaúcho, brasileiro e latino-americano. Além de ter recebido por ele dois prêmios Açorianos de Música - o de Melhor Disco e o de Melhor Cantora no ano -, o espetáculo do CD foi apresentado em teatros de várias cidades gaúchas e brasileiras, como Rio de Janeiro, São Paulo, Londrina (PR) e Campo Grande (MS). Nessas andanças, além de apresentar o show, realizou oficinas ensinando a música do Sul em escolas, pontos de cultura e até no Afroreggae, em Vigário Geral, no Rio de Janeiro. Na Argentina, a cantora já esteve muitas vezes, principalmente na Fiesta Nacional Del Chamamé, realizada em Corrientes, onde há dez anos representa o Brasil.

Shana tem renovado na música, trazendo uma sonoridade regional e contemporânea, sempre acompanhada de bons músicos e compositores. Não é à toa que já dividiu o palco com artistas como Luiz Carlos Borges, Renato Borghetti,com a OSPA, Orquestra de Câmara da Ulbra e Orquestra da Unisinos, com seus parceiros do Projeto Buenas e M´espalho, Angelo Franco, Cristiano Quevedo e Érlon Péricles; e nomes como Yamandu Costa, Hique Gomez, Alessandro Penezzi. Além disso, o fato mais marcante da história desta cantora está em um momento muito especial: dividir o palco com sua referência, Mercedes Sosa, como convidada por duas oportunidades.

Cadastre-se para
saber mais