Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer apresenta:

Festa Nacional da Música -

Artistas


MESTRE ROBSON MIGUEL

Primeiro violonista do ranking mundial, título conferido pelo Circulo Violonístico de Madrid, na Espanha, terra onde nasceu o violão, e confirmado pelo Premio Quality Internacional Mercosul em 2017, Mestre Robson Miguel participa da Festa Nacional da Música. Referência mundial quanto o assunto é o instrumento, por sua iniciativa foi instituído, em 2017, o Dia do Violão na Música Popular Brasileira. Esta é a primeira vez que um instrumento musical tem seu dia instituído por uma lei.

Filho de mãe cantora e pai maestro, o capixaba Robson Miguel tem o domínio dos mais variados estilos musicais, que vão desde os grandes clássicos e obras de famosos compositores como Bach, Chopin, Beethoven, Tárrega, Augustin Barrios e Leopoldo Weiss, aos contemporâneos Villa Lobos, Tom Jobim, Beatles, Yes, Led Zeppelin, Airon Maiden, Joe Pass, passando ainda pela MPB e pelo Jazz.

Conhecido em mais de cem países por seu estilo próprio, o artista possui 29 CDs e 19 DVDs gravados no Brasil e demais países da América e da Europa. Fundou a Orquestra Sinfônica de Santo André, em São Paulo, e também é fundador, maestro e arranjador da Orquestra Sinfônica Kalein de Madrid que, sob sua regência, chegou a atuar com 208 músicos, lotando teatros na Europa. Sua musicalidade e versatilidade como violonista não ofuscam seu destaque como produtor artístico, tendo realizado projetos musicais no Brasil e na Europa, como multi-instrumentista, compositor, arranjador, diretor e maestro de orquestra sinfônica e jazz-fusion de música brasileira.

Críticos especializados destacam a genialidade musical de Mestre Robson Miguel em função de seu conhecimento, criatividade e naturalidade com que toca e domina o violão. A habilidade na leitura de partituras de trompete aprendida com seu pai levou o autodidata Robson a conseguir tirar sozinho complexos solos dos discos de Garoto, Baden Power, Paulinho Nogueira, Canhoto, André Segóvia, John Williams e outros. Aos 12 anos, quando ingressou no antigo Conservatório em São Caetano do Sul, em São Paulo, seus examinadores o qualificaram no 4º ano de violão, adiantando assim muitos anos de estudos devido a sua excelente técnica e conhecimentos, formando-se em violão clássico.

Descendente de culturas africanas, indígenas e europeias, Mestre Robson é casado com a índia Tikuna We'e'ena Miguel e tem como missão lutar pela inclusão social dos povos indígenas.

Cadastre-se para
saber mais