Ministério da Cultura, Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer e VIVO apresentam

Notícias da Festa

Abertura do Congresso da Festa Nacional da Música (crédito Jackson Ciceri/FNM) Abertura do Congresso da Festa Nacional da Música (crédito Jackson Ciceri/FNM) Clique aqui para baixar a imagem em alta resolução

Abertura Oficial contou com a presença do Ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão

Mudanças na Lei Rouanet está na pauta federal


A abertura oficial da Festa Nacional da Música ocorreu nesta segunda-feira (23) no Salão Nobre do Plaza São Rafael e foi prestigiada pelo Ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, contou com a presença do secretário estadual de cultura, Victor Hugo, do presidente do Conselho Estadual de Cultura, Marco Aurélio Alves, presidente de Abramus, Roberto Mello, a representante do Ecad, Glória Braga, representante da UBC, Geraldo Viana e pelo músico Nando Cordel.

O idealizador da Festa da Música, Fernando Vieira, foi o primeiro a falar, agradecendo a presença de todos destacou o comprometimento do ministro com as reivindicações da classe musical.
Vieira contou que quando foi a Brasília realizar o convite ao Ministro relatou que a Festa da Música é um local de grandes discussões e conquistas políticas para os músicos, e falou que a maneira que a Lei Rouanet trata a música deveria se alterada. “É muito difícil captar recursos pelo artigo 26, e o ministro compartilhou dessa minha reivindicação e pretende alterar essa questão, elevando a música ao artigo 18, que possibilita 100% de incentivo fiscal o que para nós já foi um grande passo.”

Sobre o tema, Sá Leitão considerou a Lei Rouanet discriminatória com a música e pretende unificar a captação de recursos para todos os seguimentos culturais. “Entre todas as manifestações culturais, a música é a que mais divulga e promove a brasilidade dentro e fora do país e precisa ser reconhecida pela sua relevância econômica e social além de cultural.”

O secretário estadual de Cultura, Victor Hugo, que também é músico, reconheceu a importância da Festa da Música e do trabalho feito pelo evento com a organização de Vieira. “Considero a Festa um clássico e é muito difícil reinventar um clássico e o Fernando conseguiu com maestria. Criou a Festa do Disco, transformou a Festa do Disco em Festa da Música, trouxe o evento da Serra para Capital e sempre com muito sucesso. Precisamos reverenciar um ídolo que é Fernando Vieira e seu clássico”, opinou.

Imagens em alta no link:

http://festanacionaldamusica.com.br/2017/index.php/fotos#init



Cadastre-se para
saber mais