Ministério da Cultura, Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer e VIVO apresentam

Artistas

De 12 a 25 de Out
Porto Alegre - RS

Rappin Hood

Rappin Hood, um dos nomes mais respeitados do universo Hip Hop será homenageado na 13ª edição da Festa Nacional da Música. Em setembro de 2013 o rapper lançou clipe do single 'Ó o Auê Aí O', música de trabalho de seu próximo disco de estúdio.

O tão esperado CD “Sujeito Homem Vol. III”, no qual o rapper prepara há um tempo, conta com a faixa “Cara de Mau”. Com sample de “História de um Homem Mau”, de Roberto Carlos, o som conta a história de um mano da quebrada que de bom exemplo não tinha nem a cara e, obviamente, ficou sem um final feliz.

Outra música do novo disco será “Agora Só Falta Você”, que traz a participação de Negra Li. O som é uma releitura do clássico de mesmo nome da cantora Rita Lee, lançado originalmente no CD “Fruto Proibido”, em 1975. A nova versão de “Agora Só Falta Você” foi produzida pelo Parteum, e a gravação e a mixagem ficaram por conta de Guilherme Canaes, no Trama Studios.

Rappin Hood cresceu na periferia da cidade de São Paulo, e começou a compor aos 14 anos de idade. Estudou trombone e corneta e, em 1989, lançou-se como rapper, quando venceu um campeonato de rap.

Em 1992, formou a banda Posse Mente Zulu. Em 1995, apresentou-se, juntamente com o conjunto, em um evento de bandas de rap no Vale do Anhangabaú, em homenagem aos 300 anos de Zumbi dos Palmares. O Posse Mente Zulu teve o clip da música "Sou Negão", apresentada no show, gravado e exibido pela MTV Brasil. Em 1998, "Sou Negão" foi lançada em LP e CD em parceria com o DJ KL Jay, do grupo Racionais MC's, atingindo 18.000 cópias vendidas.

Em 2001, Rappin Hood lançou seu primeiro disco solo pela gravadora Trama, intitulado “Sujeito Homem” e com participação dos rappers Xis, KL Jay e Gustavo Black Alien. Ainda neste ano, criou e apresentou o programa "Rap Du Bom", transmitido aos sábados na 105 FM.

Em 2004, gravou o disco “Sujeito Homem 2”, no qual participaram diversos nomes da música brasileira, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Arlindo Cruz, Jair Rodrigues, Zélia Duncan e Dudu Nobre, além de Will Calhouns e Doug Wimbish, da banda de hard-rock estadunidense Living Colour.

Em 2008, assinou contrato com a TV Cultura para apresentar o programa “Manos e Minas”, que vai acompanhar a produção atual e resgatar histórias da cultura negra brasileira e internacional, em especial a música em suas várias vertentes, como rap, funk, soul, jazz, reggae, samba, MPB. O programa também abordava iniciativas e realizações da cultura de periferia, que se agigantou nos últimos anos sem ter contrapartida na grande mídia. Com apresentação do rapper e líder comunitário Rappin Hood, sonorização de DJ Primo, o programa contava com a participação de artistas musicais, grafiteiros e dançarinos de break convidados no Teatro Franco Zampari.

Rappin Hood já ganhou distinções como “Melhor Revelação” no “Prêmio Hutúz”, em 2001.

Cadastre-se para
saber mais