Ministério da Cultura, Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer e VIVO apresentam

A Festa

De 12 a 25 de Out
Porto Alegre - RS

Música e história
A Festa Nacional da Música chega a sua 13ª edição com novidades. Nos últimos anos seu conceito se ampliou e, hoje, além referência para artistas e gravadoras, promove uma maior aproximação entre artistas e o público com uma programação chamada Cidade da Música. O maior encontro da MPB se diferencia de outras propostas e se tornou agenda aguardada, todos os anos, por centenas de músicos, produtores, jornalistas, divulgadores, técnicos e executivos envolvidos diretamente na criação e difusão de todos os segmentos da música brasileira.

A atual Festa Nacional da Música nasceu com outro nome: chamava-se Festa do Disco. Durante 15 anos, nas décadas de 1970 e 1980, reuniu grandes nomes da Música Popular Brasileira, no início em Porto Alegre, na sede da Sogipa; e a partir de 1981, em Canela. Passados mais de uma década, o evento voltou a ser realizado, em versão mais moderna e ampliada, a partir de 2005 já com o nome de Festa Nacional da Música. “Entendemos que era o momento oportuno, pois o meio musical vivia um momento delicado, com vários problemas e incógnitas sobre o futuro. O encontro colaborou, também, para elevar a autoestima do setor, colocando artistas, gravadoras e representantes do mercado juntos, na busca de soluções que interessam a todos”, avaliou na época o jornalista Fernando Vieira, principal idealizador e produtor da Festa.

Hoje, completando 12 anos de retomada, a Festa Nacional da Música está consolidada como o maior encontro musical da América Latina. Apesar da modernização, a essência permaneceu a mesma. Um evento sem rótulos, que congrega todos os gêneros da música para discutir temas ligados à música e ao mercado fonográfico.

Cadastre-se para
saber mais